khuleesi:

get to know me meme: current 5 favorite actresses

"i am a tiny canadian." - ellen page

mollydobby:

Charmingly Gallant

~ Benedict Cumberbatch (SDCC 2014, WB panel - The Hobbit)

source: (x)

mending4:

Todos os direitos reservados a golden lights

venenosamentedoce:

Mathias Heymann - Opéra National de Paris

"Me encontro obcecada em coisas que não torno reais. Beijos, abraços, transas, passeios, visitas, olhares. Não deveria chamar de coisas, inclusive me engano em chamar de coisas dado momento que se resume a alguém. O tesão que tu provoca me confunde da cabeça aos pés, tanto que acho que estou realmente apaixonada por ti.
Meus dias tem sido intermináveis horas de excruciante tédio e desejo. Há livros e provas e coisas bem menos interessantes do que passar 4 horas seguidas te fazendo sorrir. Há urgência. Urgência de colo quando quero passar um dia chorando e me sentindo inútil e burra. Urgência de teus beijos, seja onde forem, mas principalmente de poder te beijar quando começamos a nos desentender. Eu quero beijar teus lábios, que embora levemente sucintos, me parecem cheios. Cheios de coisas que eu quero. E preciso. Urgência das tuas mãos, grandes, viris… No meu rosto afagando-o, no meu corpo fazendo-o teu. Urgência do teu cheiro. Do teu gosto. Da tua respiração ofegante. Urgência da tua presença sempre que penso o quanto gostaria de compartilhar algum detalhe do meu dia contigo.
Há algo em ti que me dá esperança e um senso de segurança. Eu posso ser quem eu quero. Tu já me conheces. Conhece meu lado mais feio, meu egoísmo. Sabe que quando eu quero algo eu farei somente porque eu posso.
Porém somos este eterno caso em aberto. E a minha vontade é sempre a esmo. Ela se empilha como uma bola de neve. Os momentos de alívio não a sustentam mais. Me sinto uma drogada, sempre em busca da próxima dose. E a dose sempre parece infinitamente pequena perto do que eu quero.
E afinal de contas o que eu quero? Tua voz, teu sorriso, infinitas horas contigo já não são mais o que eu quero simplesmente.
Eu quero um beijo. Só isso. Sem mais nem menos. Um beijo quando eu for dormir. Quando eu chorar. Quando eu estiver braba. Um beijo de manhã, de tarde, de noite. Na rua. Na frente dos outros. Num cantinho pra ninguém ver.
Quero um pouquinho de ti. Um pedacinho bem pequeno e ínfimo dos teus lábios. E depois das tuas mãos. Da tua mente. Do teu coração.
Quero que tu abra espaço pra mim, e deixe eu ser um tipo de droga também. Uma que não acabe com a tua vida, mas sim te faça minimamente feliz. Quero ser dona da tua saudade, e do teu adeus mais difícil. Quero poder te dizer baixinho, que nem criança quando se confessa, que te amo. Te amo até nas quarta-feiras. Nos domingos. Nos dias que odeio e que te odeio um pouco. Ter o rótulo de tua guria seria o meu melhor rótulo, e olha que eu odeio rótulos.

— Não consigo pensar direito com todo esse tesão, Camila Reis (via skinnysoulmate)